O ENIGMA DO PAPELZINHO – Parte 3


… Logo em seguida, os dois pegaram uma carona em um caminhão para fugir do delegado. Depois de duas horas de viagem, Curió sentiu uma vontade danada de ir no matinho e o motorista com toda a boa vontade, parou o caminhão e Curió foi procurar uma moita para fazer suas necessidades. Mas Curió, depois de ter ido, estava demorando demais, e o motorista impaciente foi atrás do rapaz. O motorista ficou desesperado ao ver que uma cobra sucuri havia engolido o rapaz que estava apenas com os sapatos pra fora. Foi aí que o motorista teve uma grande idéia e gritou bem alto: ” – Socorro, socorro, a cobra ta engolindo o corinthiano”. Num segundo a cobra vomitou o rapaz. Depois do susto, Curió perguntou ao motorista: ” –  Quem falou pra você que eu sou corinthiano?” Ah rapaz! É que eu achei a cobra com cara de palmeirense.” – explicou o motorista.

Os dois então, seguiram a pé, pois o motorista era palmeirense e tinha alergia a baba de cobra.

Depois de vários dias de caminhada, chegaram numa cidadezinha onde se arrancharam e gastaram o resto do dinheiro com bebedeiras e quando se viram duros, trataram de arranjar um emprego. Mas ninguém queria dar emprego para os tais forasteiros.Passado alguns dias, Joãozinho arrumou um serviço num circo, para o papel de um falso leão, já que os verdadeiros estavam com tanta fome que representavam um perigo para a platéia. Joãozinho se caracterizou de leão e quando ia do camarim para o palco, passou pela jaula onde se encontrava os dois leões famintos e falou bastante besteiras para eles, os deixando ainda mais bravos. Ao chegar no picadeiro, começou a fazer graça para as crianças, e foi aplaudido por todos, até o momento em que Curió, que estava assistindo o sucesso do seu amigo, correu e foi pedir para também imitar o leão. E enquanto Joãozinho estava lá todo a vontade fazendo sucesso com as crianças, eis que entra Curió caracterizado de leão para ajudar o seu amigo a divertir as criancinhas que gritaram: ” – Olha mamãe, mais um leão. Joãozinho pensou que fosse um leão de verdade, tomou um susto enorme e saiu gritando apavorado, pedindo socorro, mas logo descobriu que o suposto leão era na verdade, o seu amigo Curió. Então, quando os dois já nem se lembravam mais do delegado, o qual havia sido enganado e preso por estes, eis que o avistam na platéia. O delegado já estava ali há tempos assistindo o espetáculo, esperando o melhor momento para prendê-los. Nesse momento os dois sairam em disparada correndo no meio da platéia, passando pelo interior do circo, por camarins onde as mulheres se trocavam…  CONTINUA

Posted in piadas | Leave a comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.