Os três filhos de Artur – 30º capítulo

… Quando André chegou na cela dos irmãos, já foi logo abrindo as grades. Seus irmãos logo o viram e foram correndo abraça-lo. Ali, os três irmãos choraram abraçados e conversaram por horas e horas.

Então, após terem conversado  bastante e de já terem acalmado os ânimos, André disse: – Bom, pessoal, a conversa está boa, mas tenho que ir. Amanhã terei que trabalhar logo cedo.

-Que é isso, moleque – retrucou Pedro. – Você não vai nos tirar daqui não?

André sorriu dizendo: – Tô brincando. Arrumem logo as suas coisas aí e vamos logo, porque amanhã cedo vocês irão para a guerra comigo.

Os dois irmãos de André começaram a arrumar as suas coisas num grande saco e para sacanear o ex-chefe da portaria que também estava preso ali com eles, Pedro jogou todas as suas tralhas em cima dele dizendo: – Isso é um presente pra você por bom comportamento. -E saíram dando risada.

Pedro e Paulo foram direto para um batalhão do exército, onde receberam as suas patentes de soldados do rei Apolo. Isso depois de passar por uma grande higiene pessoal.

Agora os três irmãos estavam juntos, prontos para irem a batalha… CONTINUA

Posted in novela, Os três filhos de artur | Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>