Os três filhos de Artur – 15º capítulo


… Quando Paulo entrou na cela, seu irmão Pedro lhe disse:

– Ei rapaz, de onde você veio não tinha água não? Nem chegue perto de mim.

Paulo então lhe disse: – Me respeite, pois eu sou filho do grande fazendeiro Artur.

Pedro deu uma grande gargalhada e lhe disse: – Puxa que legal. Então me diga o nome de todas as pessoas da sua família, seu mendigo. – E deu mais risada.

Então Paulo respondeu: – Meu pai chama-se Artur, minha mãe chama-se Kelly, meu irmão mais velho chama-se Pedro e meu irmão caçula chama-se André.

Nessa hora, Pedro ficou pálido e sem ar. Depois, com lágrimas nos olhos, abraçou seu irmão Paulo. Então Paulo o reconheceu. Logo após o reconhecimento, os dois ficaram horas conversando. Então um contava para o outro, as travessuras que aprontaram na viagem.

André, o caçula, vendo sua mãe chorando por ver as plantinhas de Pedro e de Paulo quase mortas, lhe disse: – Minha mãe, eu já sou maior de idade. Mesmo assim, lhe peço autorização para ir atrás dos meus irmãos.

Dona Kelly tomou um grande susto ao ouvir isto e disse de imediato: – Jamais o autorizarei a sair de casa. Já basta o que eu estou sofrendo por causa dos seus outros dois irmãos.

A princípio André concordou com a mãe… CONTINUA

Posted in novela, Os três filhos de artur | Leave a comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.