Os três filhos de Artur – 2º capítulo

Naquele tempo, era comum o pai oferecer ao filho que saía de casa, uma quantia em dinheiro ou sua bênção. Mas Pedro se adiantou e foi logo dizendo: Não precisa nem perder tempo perguntando se eu prefiro o dinheiro ou a sua bênção. É lógico que eu prefiro o dinheiro, porque bênçãos não enche a barriga e nem compra nada pra ninguém.

Seu pai então muito triste, foi até ao cofre e trouxe uma bolsa cheia de dinheiro e entregou ao filho, dizendo: – Tome aqui está o seu dinheiro. Faça bom proveito.

Sua mãe, dona Kelly, chorando muito, entregou-lhe um saco de dinheiro, dizendo: – Este dinheiro é pra você ajudar aos necessitados.

Pedro então partiu num cavalo de raça, enquanto a dona Kelly consolava seu marido que chorava desesperadamente.

Sua mãe cultivava 3 plantinhas em vasos de ouro, que representavam seus três filhos. As plantinhas eram mágicas e delatavam a situação (se estava boa ou má) de cada um dos três filhos. Por exemplo, se o filho ficasse doente, a plantinha murchava. Mas quando estava tudo bem, a plantinha ficava verdinha.

Pedro então, já distante da família, seguiu sua viagem rumo ao palácio do rei Apolo. Ao passar pelo vale das formigas… Contínua no 3º capítulo…

Posted in novela, Os três filhos de artur | 3 Comentários

3 respostas para Os três filhos de Artur – 2º capítulo

  1. claudia disse:

    Estou acompanhado a novelinha web rs. Adoro ler histórias desse tipo. A história é realmente bem legal… :)

  2. fabio disse:

    Eu escolheria a bênção. Infelizmente Pedro devia estar cego…. A história por enquanto esta legal…

  3. Bar do Zel » Os três filhos de Artur – 2º capítulo…

    2.o capitulo da novela web…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>